Ilustração de vários trabalhadores caminhando em frente para quem vê com a faixa "Discriminação, não! Queremos valorização profissional"

Reunido em 23/11, o Conselho Diretor do Sinteps (Diretorias Executiva, de Base e Regionais), discutiu a importância de ampliar a pressão sobre deputados e deputadas estaduais paulistas, pela aprovação das emendas do Sinteps ao projeto de lei complementar (PLC) 37/2021.

Relembrando: em vez de pagar o tradicional Bônus Resultado neste ano, o governador João Doria enviou o PLC 37 à Assembleia Legislativa (Alesp), prevendo a concessão do chamado “Abono Fundeb”, voltado exclusivamente aos professores da rede estadual. Ficaram de fora os funcionários da rede e todos os trabalhadores do Centro Paula Souza.

Ao conhecer o projeto, imediatamente o Sinteps redigiu emendas, pedindo a inserção do pessoal do Centro no PLC 37. Vários deputados (do PT, PSOL, PSDB e PSB) atenderam ao pedido do Sindicato e protocolaram as emendas em seus nomes. Agora, nossa luta é para que elas sejam incorporadas ao projeto quando este chegar à votação em plenário, o que pode ocorrer nas próximas semanas.

Os diretores do Sindicato estão percorrendo diariamente os gabinetes dos deputados e deputadas, em busca de apoio para as emendas. A expectativa é que seja marcada, em breve, uma reunião do Sindicato com o líder do governo na Alesp, deputado Vinícius Camarinha (PSB), intermediada pelo deputado Barros Munhoz (do mesmo partido), que assina uma das emendas propostas pelo Sinteps.

As justificativas do governo para excluir do abono os funcionários da rede e todos os trabalhadores do Centro não se sustentam. Doria alega que a origem destes recursos, o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação/FUNDEB, limitaria o abono aos professores da educação básica. No entanto, como o governador bem sabe, os estudantes da educação profissional e tecnológica do Centro Paula Souza são contados para o recebimento do FUNDEB no estado de São Paulo, o que justifica plenamente incluir os profissionais das escolas técnicas e tecnológicas no abono do PLC 37/2021.

Moções nas Câmaras

Além do envio diário de e-mails aos parlamentares (veja a seguir), os trabalhadores do Centro podem contribuir buscando o apoio das Câmaras Municipais. Procure os vereadores de sua cidade e peça que aprovem uma moção em apoio à nossa inclusão no PLC 37. Clique aqui para acessar modelo de moção.

 Já mandou e-mails hoje?

Os trabalhadores do Centro podem ajudar na pressão enviando MUITOS e-mails aos deputados estaduais. Se você tem contato com algum/alguma em sua região, envie mensagens especificas a ele/ela e, também, ao conjunto dos parlamentares da Alesp. Faça isso o maior número de vezes possível, se possível diariamente.

Clique aqui para conferir os e-mails de cada parlamentar, caso deseje enviar especificamente para algum/alguns. Se preferir, acesse arquivo com todos eles organizados para envio único.

Sugestão de assunto

Faça justiça aos profissionais do Centro Paula Souza

Sugestão de texto

Prezado/a deputado/a,

Pedimos seu apoio às emendas propostas pelo Sinteps ao PLC 37/2021, que foram apresentadas por parlamentares de vários partidos. São elas: 12, 18, 22, 24, 25, 26, 27, 28, 29 e 30. Nestas emendas, buscamos a extensão do abono salarial a todos os docentes e servidores técnico-administrativos do Ceeteps. Pedimos tratamento igualitário e saberemos reconhecer seu apoio às nossas emendas.